jusbrasil.com.br
17 de Janeiro de 2018

Instalando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 16.04

Assinador criado pelo CSJT irá substituir o applet do Java no PJe dos TRTs do Brasil.

Bruno Kussler, Advogado
Publicado por Bruno Kussler
há 10 meses

Com o fim do suporte do applet Java para o navegador Firefox por parte da Mozilla e da Oracle, os usuários que utilizam o sistema Linux encontram uma nova dificuldade para trabalharem na Justiça do Trabalho brasileira utilizando o sistema operacional Linux.

Ao contrário do que acontece com o Windows (que teve disponibilizado o Navegador PJe, uma versão customizada a partir de uma versão mais antiga do Firefox portátil para utilização no sistema PJe) os sistemas Linux e MacOS não tiveram, e nem devem ter no futuro próximo, essa ferramenta disponibilizada.

Para contornar o problema do fim do suporte ao applet do Java, o CSJT desenvolveu o aplicativo Shodo, um assinador que é instalado na máquina do usuário e que faz o papel de conectar o navegador ao certificado digital.

Com o intuito de facilitar para os demais usuários Linux, disponibilizo agora um pequeno guia de como realizar a instalação e configuração do assinador Shodo e sua utilização no Firefox 52 e Ubuntu 16.04.

Antes de iniciar a instalação do Shodo é necessário frisar que o certificado digital já deve estar instalado e funcionando na máquina em que o aplicativo será instalado. Caso ainda não tenha configurado o certificado no Ubuntu siga primeiramente as instruções desse pequeno guia que fiz anteriormente.

A primeira coisa que é necessária para instalar e configurar o Shodo é criar as exceções de segurança no aplicativo Java Web Start que é instalado juntamente com o Java na máquina. Abra o aplicativo “Oracle Java 8 Web Start” e será apresentada a seguinte tela

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Dentro desta janela selecione a aba “Segurança” e em seguida aperte o botão “Editar Lista de Sites”

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Na janela que for aberta é necessário adicionar duas URLs dentro da lista de exceções de sites do Java. Clique primeiramente em “Adicionar” e na linha que aparecer abaixo da última linha já salva digite (sem as aspas) “ https://127.0.0.1 ”. Em seguida clique novamente em adicionar e digite (novamente sem as aspas) “ https://pje.trt15.jus.br ” e clique em OK. Para fechar a janela do Java Web Start basta apertar o botão OK novamente.

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

No caso desse tutorial estou utilizando como exemplo o endereço do PJe do TRT 15, substitua o 15 pelo número do TRT que você for utilizar. Caso você vá utilizar mais de um TRT para peticionar no PJe adicione novas linhas e coloque o endereço do Tribunal desejado ( https://pje.trt10.jus.br para o TRT10, https://pje.trt1.jus.br para o TRT1 e assim por diante).

OBSERVAÇÃO: Neste primeiro momento nem todos os TRTs estão liberando o uso do Shodo em seus sistemas de PJe. No momento em que este tutorial foi escrito apenas os tribunais que já rodando a versão 1.14 do PJe, (disponibilizado em 9 de fev de 2017 pelo CSJT) estavam liberando o uso do assinador. A tendência é a medida que todos os tribunais atualizem de suas versões 1.13 ou anteriores para a 1.14 o acesso pelo Shodo seja disponibilizado aos usuários. Caso o tribunal que você queira utilizar ainda não ofereça o suporte ao Shodo é recomendável que você entre em contato com o suporte do tribunal para ser informado de qual seja a previsão para a atualização da versão do PJe 1.14 ou superior).

O próximo passo para a instalação do Shodo agora é abrir seu Firefox e ir até o endereço do tribunal que você irá utilizar. Neste caso vamos utilizar a URL https://pje.trt15.jus.br/primeirograu que dá acesso ao PJe de Primeiro Grau do TRT 15.

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Ao abrir a página uma janela será aberta pedindo para o usuário escolher se deseja utilizar o applet Java ou o assinador Shodo. Para realizar a instalação do assinador nesse momento é necessário clicar na palava “aqui” da frase “Clique aqui para executar a aplicação.” para dar prosseguimento à instalação do assinador. Irá aparecer uma tela pedindo que seja feito o download do arquivo "AssinadorJT. Jnlp" que é o arquivo do assinador. Selecione a opção “Abrir” e clique em OK

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Na Advertência de Segurança que irá aparecer clique em “Continuar”

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Após ser feito um rápido Download aparecerá a tela perguntando se você deseja executar este aplicativo, marque a opção “Não mostrar novamente para aplicativos do editor acima” e em seguida clique em Executar.

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

O Shodo começará a carregar em seu. Em um primeiro momento poderá aparecer uma Advertência de Segurança pedindo para confirmar mais uma vez a execução do assinador. Caso apareça esta tela clique em “Executar”

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Como é a primeira vez que você utilizará o assinador, irá ser apresentada uma tela de boas vindas ao assinador explicando com um pequeno guia de como proceder. Clique em OK para prosseguir.

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Neste momento o assinador irá abrir uma nova janela do Firefox onde será dado um alerta de “Sua conexão não é segura”.

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Clique no botão Avançado e no final da tela clique em “Adicionar exceção...”. Uma nova tela irá se abrir e clique no botão “Confirmar exceção de segurança"para continuar

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Irá aparecer a interface do assinador em uma janela dentro do Firefox como mostrado abaixo:

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Neste momento você pode conectar seu token ou leitor de cartão. Caso queira testar o correto funcionamento do certificado você pode entrar na opção “Teste de Assinatura” e realizar um teste de assinatura seguindo as instruções apresentadas na tela.

Volte para a aba do PJe e clique no botão “Shodo” para continuar.

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Você será redirecionado para a tela de acesso ao PJe onde estará disponível o botão “Login com Shodo".

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

OBSERVAÇÃO: Caso você queira retornar ao uso do applet você pode clicar na opção “Modo de Operação: Shodo” e selecionar o botão Java Applet. Essa opção tende a desaparecer a medida que o Firefox desabilitar o applet Java mas até isso ocorrer você, caso prefira, pode utilizar o applet da mesma forma que utilizava antes.

Uma vez que você clicar em Login uma tela aparecerá pedindo para que você coloque a senha do seu certificado digital.

Instando e utilizando o assinador Shodo no Linux Ubuntu 1604

Ao clicar em OK você será redirecionado ao Quadro de Aviso do PJe e poderá utilizar o sistema da mesma forma que antes.

Ao realizar a instalação do Shodo será criado um ícone na área de trabalho para que, na eventualidade de algum erro, o usuário possa abrir novamente o assinador. A princípio o assinador deve carregar toda vez que você ligar o computador, caso isso não ocorra após reiniciar a sua máquina ao tentar entrar no PJe será mostrado um erro pedindo para você verificar se o Shodo está rodando. Para ativar o assinador basta executar o ícone localizado na Área de Trabalho de sua máquina ou clicando no link “aqui” e repetir o processo de execução do arquivo "AssinadorJT. Jnlp".

Como não existe a perspectiva de que o Navegador PJe vá ser portado para Linux (ou mesmo MacOS) essa solução provavelmente se tornará a mais usual, pelo menos até o CNJ lançar uma versão estável do prometido PJe Office que rode em máquinas Linux e MacOS assim como com certeza rodará no sistema Windows.

Espero ter auxiliado aos colegas a continuarem utilizando o PJe no Linux mesmo após o fim da tecnologia do applet do Java.

7 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Prezado Dr. Bruno, boa tarde.

Primeiramente parabéns pelo tutorial, muito útil.

Confesso que também sou Advogado e entusiasta da tecnologia e ando bem frustrado com o não funcionamento do Shodo em minha máquina.

Tenho um Macbook e já tentei fazer de tudo, porém o app não funciona! De inicio logo no site de boas vindas do app vou fazer o teste de assinatura e logo que digito a senha do meu certificado aparece "500 internal error". Dentro do site do TRT 15 ou TRT2 quando tento fazer login pelo Shodo aparece o seguinte erro: "Erro: Verifique se o aplicativo Shodō está sendo executado em sua máquina".

Gostaria de saber se já viu esses erros e se tem alguma sugestão do que eu possa fazer, pois gostaria muito que o PJE funcionasse no meu macbook.

Desde já obrigado!

Cordialmente — Danilo Ramos continuar lendo

Tive o mesmo problema, erro 500 quando testo assinatura e mensagem seguinte.

Utilizo no TRT4 e linux mint (ubuntu 16.04). continuar lendo

Olá!
Uso o PJe no TRT4. No meu computador roda Mint 18.2.
Antes, tinha "congelado" meu firefox na versão 51 para usar o PJe sem problemas.
Agora, fiz o seguinte:
- Desinstalei totalmente o firefox (sudo apt-get -purge firefox).
- Depois apaguei a pasta de temporária que fica na minha pasta pessoal: .firefox
- Por fim, reinstalei o firefox pelo repositório.
Feito isso, fiz o procedimento conforme ensinou, e correu tudo tranquilo.
Detalhe, não funcionou para mim com o chrome, somente com o firefox.
Antes até fiz funcionar sem desinstalar o Firefox, mas deu um pouquinho de mão de obra. continuar lendo

Infelizmente não consegui fazer o meu funcionar ainda. Segui seus passos, inclusive de desinstalação completa, porém sem sucesso. Se souber de alguém que conseguiu fazer funcionar no Macbook, por favor, compartilhe conosco. Abraço! continuar lendo

Danilo, tente utilizar um Firefox 51 ou anterior e veja. Pode ser problema na conexão entre o navegador e o Java já que a partir da versão 52 o java foi desabilitado por padrão nas instalações do Firefox. A última versão do Firefox 51 foi o 51.0b9. continuar lendo

Dr. Bruno,

excelente tutorial. Sempre utilizei o PJe TRT4 no Ubuntu. Assim como o Dr. Paulo eu "congelei" meu firefox na versão 51 e já estava preocupado com a implementação do shodõ. Segui os procedimentos do tutorial e tudo funcionou perfeitamente.

Obrigado. continuar lendo

Obrigado por compartilhar este conhecimento. Funciona perfeitamente no Debian 9. continuar lendo